segunda-feira, 24 de julho de 2017

Baía de Sepetiba

A Baía de Sepetiba fica localizada na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, mas banha também os municípios de Itaguaí e Mangaratiba, ambos da Região da Costa Verde. Tem a Restinga de Marambaia como divisor entre o Oceano Atlântico e a baía.
Dentro da baía se localiza o Porto de Itaguaí, um porto destinado em sua maior parte a produtos químicos. Muitas indústrias da região são responsáveis por poluir as águas da Baía de Sepetiba. Infelizmente as leis ambientais não são levadas a sério nesta parte do Rio. O descaso ameaça a última área de mangue preservado da cidade na região da Barra de Guaratiba. Mesmo com todo descaso a natureza segue seu curso contornando as adversidades, são frequentes as visitas de cardumes de golfinhos próximo a Ilha de Itacuruçá em Mangaratiba. A Baía de Sepetiba também é grande fonte de trabalho para pescadores da região.










Vídeo



segunda-feira, 17 de julho de 2017

Cachoeira do Mendanha

A Cachoeira do Mendanha fica dentro do Parque Estadual do Mendanha, no bairro de Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A trilha é leve com subida suave e tem duração média de meia hora. A cachoeira é alta e cai dentro de um poço de tamanho considerável. Na queda d’água existem grampos para a prática de rapel, comum entre alguns visitantes do parque. Vale lembrar que toda trilha tem seus riscos, por isso o ideal é procurar a ajuda do serviço de profissionais ou a companhia de alguém experiente. É sempre bom evitar transtornos.







Vídeo



segunda-feira, 10 de julho de 2017

Praia do Leme



A Praia do Leme, localizada na Zona Sul da cidade, se estende pelas proximidades da Avenida Princesa Isabel, até o Forte do Leme. Na realidade, sua faixa de areia é continuação da Praia de Copacabana, porém, diferentemente da vizinha badalada, é mais frequentada por moradores e locais, por ser bem tranquila. Seu mar é agitado na maior parte do ano, e conta com faixa de areia larga. No canto esquerdo fica o Caminho dos Pescadores, um caminho que beira o mar e é muito utilizado por pescadores. Dele é possível ter uma bela vista da praia e região, com destaque para o Morro Dois Irmãos, a Pedra da Gávea e o Cristo Redentor.









Vídeo



segunda-feira, 3 de julho de 2017

Cemitério dos Pretos Novos



O Cemitério Pretos Novos é um espaço de referência da história negra no Brasil. O sítio arqueológico foi descoberto por um casal nos anos 1990, durante obras no quintal de casa encontraram ossos humanos. Ao comunicar aos profissionais especializados ficou evidenciada a grande descoberta.
O cemitério fica no bairro da Gamboa, centro do Rio de Janeiro. Ali próximo funcionou um dos maiores portos de escravos do mundo na época da escravidão, estima-se que mais de meio milhão de escravos tenha passado pelo Cais do Valongo.
No Cemitério dos Pretos Novos eram sepultados os escravos que chegavam mortos da travessia entre o continente africano e o Brasil. Muitos não suportavam as condições insalubres dos porões dos navios. Além de ossos humanos, no sítio também foram encontrados fragmentos de cerâmica, metal e vidro, ficando claro o tratamento que era dado ao cemitério. Estamos falando de um período no qual o negro não era considerado humano.
O espaço conta com exposições fixas, ou seja, os próprios locais de escavações e alguns dos artefatos encontrados. Existe também uma sala de vídeo onde é apresentado o histórico do espaço.
A sua localização é de fácil acesso, próximo a Praça da Harmonia. Nas proximidades existe também uma estação do bonde que hoje percorre grande parte do centro da cidade. A entrada é gratuita e o funcionamento é de terça à sexta, das 13 às 19 horas, e aos sábados de 11 às 14 horas.

Site: http://www.pretosnovos.com.br/informativo












Vídeo 




segunda-feira, 26 de junho de 2017

Boulevard Olímpico



O Boulevard Olímpico é a orla que se estende desde a Zona Portuária até a Região da Praça XV no centro histórico do Rio de Janeiro. Foi criada a partir de um grande projeto que visava à revitalização da área para os Jogos Olímpicos do ano de 2016. O projeto controverso de nome Porto Maravilha abriu vias, derrubou algumas construções e demoliu o Elevado da Perimetral.
Durante o período olímpico a região recebeu eventos que reuniram muitas pessoas. Com o fim dos jogos a região se tornou ociosa com exceção da Praça Mauá, onde se encontram o Museu de Arte do Rio e o controverso Museu do Amanhã.
Ao longo do Boulevard Olímpico antigas construções foram reformadas e novas atrações surgiram como o Aqua Rio. Porém grande parte da área continua sem uso. Outro fato é que a região tem um gabarito que não permite edificações altas, mas alguns prédios já começam a surgir. Infelizmente a realidade é que este projeto visava beneficiar apenas as construtoras envolvidas nas obras, pois de legado para a cidade pouco ficou restando apenas uma grande dívida.
O ponto alto do Boulevard Olímpico é um painel de grafite do artista Eduardo Cobra. O mural com o nome “etnias” retrata rostos de indígenas de cinco continentes. A arte entrou para o Guiness Book como o maior grafite do mundo. Com 15 metros de altura e 170 metros de comprimento o mural se tornou um novo ponto turístico do centro da cidade.











Vídeo

 

segunda-feira, 19 de junho de 2017

The Bakers


A The Bakers é uma famosa confeitaria localizada no bairro de Copacabana, Zona Sul do Rio. Se define como um misto de padaria, confeitaria, lanchonete e restaurante, mas faz muito sucesso com doces e tortas. Tem um estilo americano, inspirado nas confeitarias de Nova Iorque. Oferece boa variedade de doces e salgados, que podem ser consumidos no próprio local que apesar de pequeno, é bem aconchegante. Dentre as opções, destacamos a bomba de nutela e a fatia da torta três chocolates, uma maravilha para o paladar. A média de preços é alta, porém o custo-benefício é positivo, tendo em vista a qualidade dos produtos oferecidos.

 Site: www.thebakers.com.br







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares